Textos com o marcador "wordpress"

Destaque
Como Transformar um Blog em HTML Estático

Como Transformar um Blog em HTML Estático

Existe um grupo de pessoas que sonha com a possibilidade de gerar versões "HTML estáticas" de seus sites tradicionalmente mantidos em um CMS dinâmico (Content Management System — Sistema de Gestão de Conteúdo).

Quem fizer uma busca pela Internet vai encontrar algumas dezenas de tutoriais propondo-se a atender esta demanda; dos que eu acompanhei (apenas analisando ou tentando implementar) nenhum conseguiu cumprir o que prometia, fosse por ignorar alguns itens fundamentais, fosse por terem sido elaborados para atender uma necessidade muito diferente da minha.

CMSs dinâmicos × CMSs estáticos

Há dois tipos de gerenciadores de conteúdo, basicamente: os dinâmicos

Continuar leitura

Destaque

Use Somente URLs Relativas em seu Blog WordPress com o WP Super Cache

URLs relativas são URLs que não incluem as partículas de protocolo e nome de domínio a que pertencem. Exemplos:

  • /sobre.html
  • /contato.php
  • home.php

As URLs são ser relativas somente à "pasta" em que se encontram (como no home.php acima); para que uma URL seja relativa à raiz do domínio ou subdomínio é necessário que ela comece com o caractere de barra, como nos dois primeiros exemplos.

Em contrapartida, URLs absolutas são as que incluem pelo menos o nome do domínio (com a chegada do HTML5 o protocolo passou a ser opcional). Exemplos:

  • //wp.sarmento.org/teste.html

Continuar leitura

Destaque

WordPress: como adicionar o rel=nofollow automaticamente a todos os seus links

Não cabe a mim dizer se é bom ou ruim para o SEO do site ter links nofollow (o Google dá a entender que é ruim). O fato é que às vezes a gente quer ou precisa aplicar automaticamente o "nofollow" em todos os posts já publicados e que venhamos a publicar.

Basta adicionar o código abaixo no functions.php e limpar o cache para automaticamente todos os links externos estarem do jeito que a gente quer (caso, reitero, o que desejemos sejam links "nofollow").

add_filter('the_content', 'my_nofollow');  
add_filter('the_excerpt', 'my_nofollow');  
function my_nofollow(

Continuar leitura

Destaque

Redirecionando URLs antigas para nova estrutura de permalinks

Embora eu não seja nenhum especialista em SEO, sei que alguns "gurus" por aí recomendam usar uma estrutura de permalinks mais simples do que o tradicional formato que inclui ano, mês e dia na URL dos posts (tratando-se ou não de WordPress). Particularmente eu gosto de inserir um .html no final das URLs dos posts, mas o sugerido é que seja apenas o slug do post mesmo.

No WordPress é simples de mudar isso, é só alterar a configuração dos permalinks e pronto.

Entretanto, os posts antigos que já tiverem sido referenciados em outros sites, ou que já façam parte

Continuar leitura

Destaque

Como instalar o WP-CLI em seu servidor

WP-CLI é o nome de uma ferramenta sensacional para administrar blogs WordPress pela linha de comando. Tarefas que são um porre de se fazer pela interface visual do WP são um docinho de côco com Nutella: atualizar, instalar plugins ou temas, exportar e importar XML, etc.

Sem contar que algumas coisas são praticamente impossíveis de se fazer via web, devido ao tempo de execução extremamente longo, dentre as quais destaco:

  • atualizar o WP quando o banco de dados é muito grande (solução alternativa sem WP_CLI) e
  • importar um XML oriundo de um outro WordPress, quando a quantidade de posts

Continuar leitura

Destaque

Resolvendo o Erro 500 na Atualização do WordPress

Todo mundo sabe, ou deveria saber, que é extremamente importante manter o WordPress atualizado, bem como os plugins e os temas instalados.

No decorrer do tempo tenho visto alguns casos em que a atualização do WordPress se torna um inferno, em função de um "erro 500" que aparece na página quando é necessário atualizar a estrutura do banco de dados.

O que é o Erro 500 na atualização do banco de dados do WordPress

De maneira simplificada, os erros 500 (501, 502, 503, ou outros da mesma faixa) indicam que houve um problema com o servidor web.

No caso do

Continuar leitura

Destaque

Otimize as imagens do seu WP como um profissional

Quem leva seus blogs mais ou menos a sério, ou mesmo os encara como profissão, com certeza tem mais do que o simples desejo ou objetivo, mas sim tem a obsessão de ver seus blogs carregando o mais rapidamente possível, à velocidade da luz. A pretensa "necessidade" pode estar calcada nos mais diversos argumentos, como necessidade de agradar ao Googlebot, a experiência do usuário --- mas na verdade o fator mais forte é mesmo o TOC.

Uma das maneiras mais eficientes de se agilizar um blog é tratando as imagens corretamente antes de enviá-las e incorporá-las nas páginas, só que

Continuar leitura

Destaque
Como Reduzir o Tempo de Carregamento de seu Blog WordPress

Como Reduzir o Tempo de Carregamento de seu Blog WordPress

O presente artigo traz um aprofundamento das ideias anteriormente discutidas em Receita de Blog Otimizado ao Extremo, com o objetivo de ampliar o entendimento sobre as implicações de um site lento e como resolver este tipo de problema.

Otimizando o blog

Você já sabe, de ler o artigo anterior, que deve:

  • eliminar os plugins desnecessários do blog;
  • "terceirizar" os comentários (e bloquear o acesso ao script wp-comment-post.php);
  • fazer cache de widgets, de banco de dados e objetos;
  • fazer uso de widgets em vez de programar as funcionalidades diretamente no arquivo sidebar.php do tema.

Isso posto, o mais importante

Continuar leitura

Destaque
Como ter um blog WP rodando em HTTPS totalmente de graça

Como ter um blog WP rodando em HTTPS totalmente de graça

Já faz um tempo que o Google anunciou que passaria a privilegiar sites seguros (em HTTPS) nos resultados das buscas, com vistas a tornar a Internet "mais segura" (seja lá o que isso signifique). Apesar de tudo, ainda vemos muitos sites rodando em HTTP, sem a camada de criptografia. Acredito que isto se deva, principalmente, ao custo que tem um certificado SSL. Até mesmo os ditos "certificados SSL gratuitos" não são exatamente gratuitos (a partir do segundo ano tem-se que pagar a renovação).

Entretanto, caso o objetivo seja apenas validar a criptografia no navegador e — principalmente — para o Googlebot, existe

Continuar leitura