Já faz um tempo que o Google anunciou que passaria a privilegiar sites seguros (em HTTPS) nos resultados das buscas, com vistas a tornar a Internet "mais segura" (seja lá o que isso signifique). Apesar de tudo, ainda vemos muitos sites rodando em HTTP, sem a camada de criptografia. Acredito que isto se deva, principalmente, ao custo que tem um certificado SSL. Até mesmo os ditos "certificados SSL gratuitos" não são exatamente gratuitos (a partir do segundo ano tem-se que pagar a renovação).

Entretanto, caso o objetivo seja apenas validar a criptografia no navegador e — principalmente — para o Googlebot, existe

Continuar leitura